sexta-feira, 19 de setembro de 2008

Ovo: bom para emagrecer e para a memória





Fonte riquíssima de aminoácidos essenciais, vitaminas e minerais e de custo baixíssimo, pode e deve estar presente na alimentação saudável não só das crianças como dos adolescentes, adultos e dos idosos com maior freqüência.
O ovo deixou de ser consumido por um bom tempo simplesmente por ter levado a fama de ser um dos maiores culpados pelo aumento do colesterol sanguíneo. O grande problema estava na gema...Afinal cada uma contém cerca de 213 miligramas de colesterol e recomenda-se uma ingestão diária de no máximo 300 miligramas ao dia.
Atualmente, através de evidências científicas, já se sabe que apenas pequena parcela do colesterol no sangue provém da dieta, sendo a maior parte produzida pelo próprio organismo e que a hereditariedade, por exemplo, é um dos fatores que exerce enorme influência.
Entretanto é bom lembrar que portadores de diabetes e pessoas que já sofreram infartos devem manter a recomendação de limitar a três unidades por semana, mas a clara continua liberada.
Cozido, à pochê, e até mexidinho, vai muito bem no café da manhã. E é justamente consumindo um ovo por dia nesta refeição que se obtém maior saciedade, o que leva a uma ingestão menor de calorias ao longo do dia e a uma perda gradativa de peso, segundo recente pesquisa realizada nos Estados Unidos. Só não vale ovo frito!
Que tal além de perder peso ter uma maior concentração e melhor memória? Isso mesmo... A colina presente na gema do ovo é um nutriente muito importante para o cérebro e é capaz de melhorar muito o seu desempenho.
Os benefícios do ovo não param por aí, pesquisas demonstraram que garotas adolescentes que comeram mais ovos, fibras e gorduras vegetais saudáveis, na vida adulta tiveram menor incidência de câncer de mama. Outros estudos realizados em vários países afirmam que o consumo regular de ovos aumenta as taxas de luteína e zeaxantina que são nutrientes importantes na prevenção da degeneração macular, especialmente entre os idosos.
Um alerta faço aos que assistiram ao filme “Os Filhos de Francisco”:Lembram-se que o pai obrigava os filhos a tomar ovo cru? Pois bem, nunca dê aos seus filhos ovo cru. Isto também é válido para os adultos, pois existe uma proteína na clara chamada avidina que forma um complexo com a vitamina biotina, impedindo a sua absorção no intestino. Entretanto, inibe-se este fator antinutricional por meio do aquecimento , ou melhor do cozimento do ovo, principalmente da clara.
Dicas Super Saudáveis:Compre sempre ovos com a casca intacta e limpa;Respeite a data de validade;Não lave os ovos antes de colocá-los na geladeira para sua conservação;Não quebre o ovo nas bordas dos recipientes onde eles serão colocados;Não separe as claras das gemas com a própria casca do ovo;Não deixe os ovos, nem os alimentos que contenham ovo, mais de duas horas à temperatura ambiente;Guarde-os na geladeira, de preferência nas prateleiras medianas e nunca na porta;Ovos tipo caipira costumam apresentar aproximadamente 30% mais nutrientes.
Em todas as fases da vida, o ovo é um super alimento ativo com diversas funções importantíssimas no organismo, mas é bom lembrar duas palavras chaves, que na verdade são duas das principais leis da nutrição: “variedade” e “moderação”. Varie sempre a forma de preparo e intercale com outros alimentos saudáveis de igual importância para que sua alimentação não se torne monótona.Cuide-se bem e tenha uma ótima semana.

Um comentário:

primaveradaverdade disse...

NO MINIMO INTERESSANTE ... MUITO BOM ...